"

quinta-feira, 16 de maio de 2019

Acusado de mandar matar irmão do vice-prefeito de Euclides da Cunha é preso após fingir sequestro para roubar R$ 500 mil do pai

Redação Ednilson DRT-BA : 6200, quinta-feira, maio 16, 2019 por Ricardo de Souza

Um falso sequestro contra Matheus Meireles Macêdo, 29 anos, que tinha como objetivo tirar meio milhão de reais de seu pai, foi desvendado em uma ação conjunta das polícias Militar e Civil, na região da Chapada Diamantina.
O caso aconteceu, na noite de quinta-feira (9), no município de Ruy Barbosa. A ocorrência começou quando o pai da suposta vítima procurou as forças de segurança estadual, pela tarde, relatando o fato. De imediato equipes da Cipe Chapada, DT de Ruy Barbosa e do 11º BPM montaram um gabinete de crise e passaram a apurar as informações e realizar diligências. 
Os telefonemas com os pedidos de resgate foram acompanhados pelos policiais. “Depois de 8h do falso sequestro, marcamos um ponto da cidade para entrega do dinheiro pedido”, contou a delegada titular de Ruy Barbosa, Cláudia Bensabach. Depois de ouvirem testemunhas e desencadearem outras ações de inteligência, os policiais localizaram o suposto cativeiro, também na cidade de Ruy Barbosa, e prenderam em flagrante Iago Alcântara de Macedo, 25 anos, e Lucas Barbosa Ribeiro, o ‘Lucas do Pulo do Bode’, 29. 

Após depoimentos do trio, com versões que não correspondiam, ficou constatado que se tratava de um falso sequestro com o objetivo de retirar dinheiro do pai de Matheus. Os criminosos foram autuados por falsa comunicação, estelionato contra idoso, organização criminosa e extorsão.“Matheus é um conhecido da polícia, pois responde a processos por homicídio, tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo”, completou Bensabach.
Laércio Luís de Macedo Campos foi morto no final da tarde de 06 de dezembro de 2017, quando trafegava com seu veículo pela Avenida Itaberaba, em Ruy Barbosa, na chapada Diamantina. 

A notícia da morte, pegou de surpresa amigos e parentes da família Macêdo Campos que, em menos de 90 dias, perde mais um de seus membros. Laércio, como era conhecido, é irmão de Betão Campos, atual vice-prefeito de Euclides da Cunha. 

De acordo com testemunhas, Laércio que era proprietário de uma fazenda na região, foi surpreendido por dois elementos em uma motocicleta, que fizeram vários disparos de arma de fogo contra a vítima que sem nenhuma chance de defesa teve morte imediata. Segundo fontes do site A Voz do Campo, Matheus Meireles Macêdo, 29 anos, é o acusado de ter mandado matar Laércio Luís de Macedo Campos. O caso está na Justiça.

Inform.portaleuclidense

Comentários: "Acusado de mandar matar irmão do vice-prefeito de Euclides da Cunha é preso após fingir sequestro para roubar R$ 500 mil do pai"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...