"

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Longas filas de doentes, crianças e idosos, na porta de clínicas médicas durante a madrugada em Euclides da Cunha-BA

Redação Ednilson DRT-BA : 6200, sexta-feira, abril 13, 2018 por Ricardo de Souza

Longas filas de doentes, crianças e idosos, na porta de clínicas médicas durante a madrugada em Euclides da Cunha-BA


Quem passa defronte à algumas clínicas médicas no centro da cidade de Euclides da Cunha, BA, fica perplexo com o que vê: longas filas que se formam, em sua maioria constituídas por doentes e seus familiares. São pessoas dos mais variados bairros e povoados de nossa cidade e circunvizinhança, doentes que vão em busca de atendimento médico nos mais diversos tipos de doenças. E, o pior, esses seres humanos ficam literalmente na porta das clínicas, à mercê das intempéries na ainda escura e fria madrugada na cidade, além do risco de um ataque da bandidagem que age contra pessoas indefesas.

Na madrugada...
Essas filas de pacientes em busca de atendimento médico começam a se formar bem cedinho. Se o amigo leitor passar pelo local lá pelas 4:00h (quatro horas da manhã) já irá presenciar um público, desde crianças à terceira idade, em busca de “marcar consultas” ou de um atendimento. Todavia, a razão de haver “muita gente” nas clínicas seria normal se estivesse dentro da clínica, no aconchego das instalações, totalmente protegida, o que não ocorre. Por isso essa reportagem, para alertar os responsáveis dessas clínicas para esse fato grave e alarmante. Vejam as fotos tiradas “in-loco” de um flagrante numa dessas madrugadas. Há que se corrigir urgente esse problema afim de propiciar aos pacientes e familiares que lá se dirigem um certo conforto, porque além de sofrerem pela doença ainda sofrem no relento, o que é uma grandíssima indignidade.


Atendimento grátis ou pago...?

E não pense o amigo leitor que essas filas que se formam nas portas das clínicas é porque o atendimento médico é “gratis”. Antes fosse... Não, nada disso. A consulta é particular, paga à vista, e o valor é expressivo, ao nível do que se cobra pela mesma consulta na cidade de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador... Entretanto, sem tecer maiores comparações, as condições dadas aos doentes não condizem com o que é pago, onde muitas vezes o dinheiro é proveniente de bolsa família ou funrural.

Melhoria nas condições de atendimento
Melhoria na forma como tratam e atendem nossos cidadãos é o que reclamamos nessa reportagem. Nada mais que isso. As clínicas em questão, que têm um público que aflui logo cedo, como dissemos, sobretudo na fria madrugada desse outono brasileiro, pode ser acomodado com a abertura das portas bem mais cedo. Por que não? Assim, quem chegar já se instala confortavelmente nas dependências internas e aguarda sentado, totalmente protegido.
Fazemos esse alerta para preservar a integridade física das pessoas que ali se aglomeram. Pois, imagine (Que Deus não permita!), um doente vai em busca de cura para a sua doença e de repente passa mal e vai a óbito, justamente na porta de uma clínica medica...?


Inácio Dantas/Foto:Ricardo de Souza

Comentários: "Longas filas de doentes, crianças e idosos, na porta de clínicas médicas durante a madrugada em Euclides da Cunha-BA"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...