quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

“Se eu não for candidato, a eleição não vai ser WO”, avisa ACM Neto

Redação Ednilson DRT-BA : 6200, quinta-feira, dezembro 21, 2017 por Ricardo de Souza


Único nome apontado pela oposição para fazer frente ao governador Rui Costa (PT) na eleição para o governo da Bahia em 2018, o prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que, mesmo se não estiver na disputa, o petista não terá vida fácil. “Se eu não for candidato a eleição não vai ser WO. Eleição só se resolve no dia. Só depois de abrir as urnas e contar os votos. Em qualquer hipótese vai ser muito dura e disputada”.

Durante encontro com jornalistas, na tarde desta quarta-feira (20), no hotel Sheraton da Bahia, Neto argumentou que desta vez o PT não terá a estrutura do governo federal para empoderar as candidaturas estaduais nem tão pouco o suporte das empreiteiras que financiaram campanhas milionárias nos últimos anos. Além disso, o pleito nacional pelo Planalto deve ser pulverizado, e sendo assim “a influência nacional aqui [na Bahia] está anulada”.

“A influência da eleição federal na Bahia, penso eu que em 2018, será muito menor do que foi nos últimos anos. A máquina do governo federal foi usada e abusada aqui na Bahia. Isso não se repete. O dinheiro privado que rolou na campanha agora a gente vê que era a JBS falando de 30 milhões como qualquer brasileiro fala de 30 reais. Esse esbanjamento de recursos privados que influenciou muito na eleição aqui, muito, não foi pouco, muito, não existe mais”.

Comentários: "“Se eu não for candidato, a eleição não vai ser WO”, avisa ACM Neto"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...