"

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Euclidense comemora aniversário de 100 anos

Redação Ednilson DRT-BA : 6200, segunda-feira, julho 03, 2017 por Ricardo de Souza

O site euclidesdacunha.com foi convidado e, com muita honra, participou deste evento, ocasião em que o repórter José Dilson Pinheiro, destacado para esta cobertura, teve a oportunidade de rever uma mulher que, apesar da idade, ainda está muito lúcida, boa memória, que pela primeira vez, em toda sua vida, comemorou o seu aniversário natalício. Dona Lode tem um histórico de mulher nordestina, guerreira, sem escolaridade, que sozinha criou os filhos trabalhando na roça, como cozinheira, lavadeira, passadeira, numa época em que não havia água encanada, gás de cozinha, luz elétrica e tinha de acordar antes do amanhecer para dar início às atividades laborais de casa e os compromissos assumidos com as pessoas que contratavam seus serviços.
Sentamos juntos numa banqueta colocada sob um banner que trazia sua fotografia e anunciava os 100 anos desta mulher que não media esforços nem rejeitava serviço, qualquer que fosse e se lhe apresentassem, para uma conversinha rápida. Afinal, os convidados já estavam quase todos em seus lugares, onde degustavam caldo delicioso, salgados, refrigerante, enfim, tudo que uma festa de aniversário, que só aconteceu 100 anos depois, precisava.

Para testar a sua memória fiz-lhe perguntas sobre coisas que eu sabia sobre o bairro, quando ainda o local era formado por pouquíssimas casas residenciais, tinha um açude ao final da Rua Otávio Mangabeira, onde morava os ricos da cidade, uma cacimba, um pé de caixão, roças de bananeiras, goiabeiras e o solo fértil produzia batatas e aipins deliciosos, além de muitos pés de cajaranas. Respondeu tudo direitinho como se estivesse na década de 1960. Quando perguntada se bebia, fumava, perdia noite, respondeu negativamente, mas não dispensava um bom prato feito com tudo aquilo que os médicos, atualmente, proíbem por causa do colesterol alto, diabete, entre outras. 
Mãe de Edmilson, Edelci e Eliete, a centenária senhora tem 17 netos, 12 bisnetos 18 trinetos e 1 tataraneto. Do Rio de Janeiro, recebeu uma linda mensagem da neta Claudineide, que há 40 anos reside na capital fluminense e não pôde vir. Mas, do mesmo bairro onde reside, bem mais perto, é claro, o abraço e o presente lhes foram dados por dona Zuleide, que aos 90 anos de idade, foi ao aniversário da querida amiga. A casa já estava cheia, quando o vereador e cantor Adriano Reis prestou-lhe uma bonita homenagem, cantando, como se dizia antigamente, lindas páginas musicais.
Mas quem roubou a cena foi o seu netinho Vitor, que pegou o microfone e cantou o tradicionalíssimo ‘Parabéns, a Você’... sendo seguido pelas dezenas de vozes que formaram um grande coral que cantou para dona Lode. E, como acontece em toda festa de aniversário, a homenageada, com a ajuda do filho Edmilson, cortou o lindo bolo, que foi servido a todos. Foi uma bonita festa para uma mulher que foi, ao mesmo tempo mãe e pai, que trabalhou por décadas, criou uma família que não lhe causou decepção, que ao completar um século de vida, ouviu pela primeira vez, um coral de muitos amigos cantando para ela. Salve dona Lode!

Inform.euclidesdacunha.com

Comentários: "Euclidense comemora aniversário de 100 anos"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...