"

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Bahia tem 20 instituições de ensino superior com conceitos baixos do MEC

Redação Ednilson DRT-BA : 6200, quinta-feira, junho 15, 2017 por Ricardo de Souza


Das 104 Instituições de Educação Superior baianas avaliadas pelo Índice Geral de Cursos (IGC) do Ministério da Educação (MEC), 20 tiveram conceitos 1 e 2, os mais baixos, de acordo com os últimos dados divulgados. O índice mede a qualidade de universidades e faculdades. Todas as instituições que tiveram conceito baixo na Bahia são privadas.

Segundo o MEC, o índice vai de 1 a 5 (5 é a nota mais alta) e é uma média dos Conceitos por Cursos (CPC) de três anos. Foram avaliados os CPCs de 2013, 2014 e 2015, levando em consideração parâmetros como o desempenho de estudantes, a estrutura do curso e a formação de professores. Os dados foram divulgados em março deste ano, quando mais de 900 cursos de ensino superior do país tiveram mau desempenho.

Além disso, também é analisada a média dos conceitos dos cursos de pós-graduação stricto sensu atribuída pela Capes. O MEC avalia ainda a distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação stricto sensu. Essas análises são excluídas das instituições que não oferecem pós-graduação stricto sensu.

Na Bahia, a que teve o índice mais baixo foi a Escola de Engenharia de Agrimensura (EEA), em Salvador, com IGC contínuo de 0,8393, na faixa 1, de acordo com tabela divulgada pelo MEC. Foi analisado o curso de graduação em Engenharia de Agrimensura.

A segunda pior é a Faculdade de Ciências Jurídicas da Unime, em Lauro de Freitas, com 1,2644 de IGC contínuo. Em seguida, a Faculdade São Tomaz de Aquino, em Salvador, com 1,3882. Depois, vem a Faculdade do Sertão, em Irecê, com 1,4182, e a Faculdade de Ciências Gerenciais da Bahia (Unicenid), em Salvador, com 1,4223. Todas as instituições que tiveram IGC contínuo acima de 1 foram incluídas na faixa 2 do índice.

A reportagem entrou em contato com as três instituições que apresentaram os piores índices, mas não obteve retorno.

Melhores - Já o melhor IGC da Bahia foi o do Instituto Superior de Educação Ocidente, com 4,0066 (faixa 5). Em seguida, aparece o Senai Cimatec, com 3,8932 (faixa 4). A Universidade Federal da Bahia (Ufba) está em terceiro lugar, com 3,5603 (faixa 4).

Em quarto, a Faculdade Maria Milza, no município de Governador Mangabeira, com 3,4188 (faixa 4). Em seguida, a Faculdade Nobre de Feira de Santana, com 3,3750, também na faixa 4.

Comentários: "Bahia tem 20 instituições de ensino superior com conceitos baixos do MEC"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...